por Oscar D'Ambrosio


 

 


 

   Valdivia Novaes

 

            Janelas de cor

 

            Janelas são aberturas para o mistério. Delimitam espaços a serem desvendados pelo olhar do observador, criando novas dimensões ou evocando locais imaginários. O trabalho plástico de Valdivia Novaes, realizado com extrema paciência e dedicação, é justamente um mergulho visual no exercício da prática da pintura.

            Mineira, radicada na capital paulista, a artista consegue, com suas janelas, o estabelecimento de um misterioso jogo que mostra e esconde a chamada realidade. Alcança esse resultado ao brincar com o próprio formato das janelas, elemento de fascinação de arquitetos de todos os tempos, e pelo uso da cor.

As áreas ao redor das janelas são de extremo rigor na composição e de lenta feitura. Funcionam, numa leitura mais ingênua, apenas como aberturas no espaço, mas podem ser vistas, acima de tudo, como uma intensa pesquisa das possibilidades que as artes plásticas oferecem quando se decide trabalhar pinceladas precisas e delicadas para atingir um resultado significativo.

Admiradora da geometria e do concretismo, que pratica em parte significativa de sua produção, Valdivia Novaes estabelece, com suas janelas, a expressão de uma densa experimentação, verificável nas relações entre a imagem central e os entornos, diálogo que propicia um sutil e lírico casamento plástico.

 

 Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da UNESP, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).

 

No Netscape clic com botão direito para ver a imagem


Fechar Foto                                                                                              Abrir Foto

 Sem título
acrílica sobre tela 80 x 120 cm sem data

Valdivia Novaes

 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio