por Oscar D'Ambrosio


 

 

 

 
 

 

Sônia Menna Barreto

 

            Um pensamento estético

 

             Dois aspectos se destacam nos trabalhos plásticos de Sônia Menna Barreto: a profusão de imagens e a técnica muito apurada. O desejo é de mergulhar neles para desvendar os seus múltiplos segredos, pois constituem bem realizados exemplos de como pintar significa, para a artista, estabelecer um microcosmo pleno de sentido interno.

            Cada obra a óleo original é realizada, com extremo cuidado e detalhamento, em períodos de mais de três meses com telas de linho e tintas importadas. O material adequado, associado à criatividade no estabelecimento das mais variadas narrativas visuais, é responsável pela consolidação da pintora entre críticos de arte e colecionadores.

Exatamente pela demora na feitura de uma obra original, dessa concepção até a realização propriamente dita, Sônia Menna Barreto foi uma das pioneiras na comercialização de séries de reproduções digitais de alta qualidade. Elas abrangem a cuidadosa fotografia dos originais e a seleção de impressoras, tintas e telas de elevado nível que se complementam. Essa combinação de elementos gera reproduções de elevada fidelidade aprovadas pela pintora.

Nesta exposição de reproduções digitais, temas recorrentes, como livros e cartas de baralho, que interagem com diversos personagens, acentuam a importância do lúdico como forma de expressar um pensamento estético em que as tradicionais rígidas fronteiras entre a realidade a ficção perdem totalmente o sentido.

           

Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pela Unesp, integra a Associação Internacional de Críticos de Artes (AICA-Seção Brasil).

 

 

 

 

 

 

 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio