por Oscar D'Ambrosio


 

 


 Sete pecados e quatro elementos, de E. Petry

           

            Embora não estejam formalmente registrados nas Sagradas Escrituras, os Sete Pecados Capitais consistem numa classificação de imperfeições humanas muito presentes nos ensinamentos católicos de modo a educar os crentes para que controlem seus instintos básicos.

            Do século IV até hoje, os pecados sofreram algumas alterações, mas a lista mais comum inclui Vaidade, Inveja, Ira, Preguiça, Avareza, Gula e Luxúria. São exatamente esses os que aparecem na abertura da novela Sete Pecados, da TV Globo, iniciada em 18 de junho de 2007, que conta com cinco quadros do artista plástico gaúcho E. Petry.

              Realizados em pincel, com tinta e betume, numa técnica em que se esfrega e raspa a superfície da tela até atingir o resultado que se deseja em termos de intensidade da cor e de execução nos fundos, os quadros escondem ou revelam  formas, em tons de verde, ocre, vermelho, amarelo, branco, negro e cinza, que oferecem uma festa ao olhar.

            O prazer estético se faz presente não apenas nas telas que rapidamente aparecem diariamente na telenovela, mas também em mais dois trabalhos que formam trípticos internos, já que se subdividem em três áreas, separadas pela cor e enriquecidas pelo uso de grafismos, como marcas tribais e traços que remetem ao Oriente.

            Petry costuma dividir o espaço de suas telas em regiões, em uma busca constante entre aquilo que deixa à mostra e aquilo que esconde. Uma forma de acompanhar o seu raciocínio está nas pequenas telas que aludem aos quatro elementos da natureza (terra, ar, água e fogo). É exatamente no universo da matéria que os pecados acontecem.

São passos em falso do ser humano pela sexualidade (Luxúria), ausência de movimento (Preguiça), alimentação desmedida (Gula), desejo de ter o que os outros tem (Inveja), pavor de perder o que se possui (Avareza), descontrole das emoções (Ira) e preocupação exagerada com as aparências e com o próprio eu (Vaidade).      

            Os Setes Pecados expostos por Petry são sete visões da alma humana naquilo que ela pode ter de desmedido ao se relacionar com o mundo (quatro elementos da natureza). Dessa combinação de possibilidades nasce uma arte que, acima de tudo,  interroga a si mesma, ao mundo e às tentações que nos cercam a cada instante.

 

Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).

 

 

 



 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio