por Oscar D'Ambrosio


 

 


Sandro José

 

O poder das colheitas

 

O artista plástico Sandro José consegue, num país onde a cultura ainda precisa ser mais valorizada, viver exclusivamente de sua arte e das suas aulas de pintura. Esse fato o leva a ter uma produção altamente diversificada quanto a temas e mesmo em termos de técnica.

Duas vertentes são bastante fortes: as imagens de casarios e igrejas, por um lado, e as colheitas, por outro. É nestas últimas, no entanto, que atinge seus melhores resultados, graças, em boa parte, a maneira como progressivamente consegue soltar as pinceladas.

Surge em algumas colheitas, como nos trigais, um amplo domínio da cor, que se acentua no uso do amarelo para estabelecer toda uma dinâmica. Igual recurso vale para algumas figuras femininas brasileiras e para as imagens de lavadeiras. São universos que o artista domina com intensidade, de modo a criar um mistério.

É quando consegue tornar a sua pintura mais repleta de nuances que Sandro José revela todo o seu potencial como um criador intenso, que domina os pincéis e cores para oferecer ao observador a sua visão de Brasil, principalmente das colheitas de seu estado natal, Pernambuco, que ainda alimentam o seu imaginário.  

 

Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).

 

 

 

No Netscape clic com botão direito para ver a imagem


Fechar Foto                                                                                              Abrir Foto

 

  Lavadeiras 2
acrílica sobre tela 60x90 cm 2007

Sandro José

 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio