por Oscar D'Ambrosio


 

 


Sandra Freitas

 

A força da imagem

Vivemos em um mundo cada vez mais dominado pela imagem. Não é por acaso que artes visuais, como a fotografia, acabam ganhando cada vez mais espaço e é comum ver os jovens fotografando a si mesmos num exercício narcísico. Nesse universo, a pintura figurativa é motivada a se reinventar.

Sandra Freitas insere sua pesquisa nessa discussão ao trabalhar a tensão entre a energia que emana de suas obras e a atmosfera suave de suas representações. Talvez seja por isso que as figuras que realiza de um tema já clássico na pintura, como cavalos, tenha uma dimensão pessoal.

Nascida em Guará, mas radicada em Franca, SP, interior do Estado de São Paulo, ela oferece, principalmente quando solta mais o pincel, o vigor do animal, conseguindo seu movimento e energia, num exercício que busca levar também para a consecução de retratos.

Quanto mais o observador presta atenção na forma como o quadro é construído, menos repara na imagem em si mesma. É nesses casos que Sandra Freitas atinge o ápice, pois a discussão que uma obra precisa provocar não deve ser primordialmente daquilo que ela representa, mas sim da maneira como o efeito é alcançado.

 

Oscar D’Ambrosio, jornalista, é mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes (IA) da Unesp, câmpus de São Paulo e integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA-Seção Brasil).

 
 

No Netscape clic com botão direito para ver a imagem


Fechar Foto                                                                                              Abrir Foto

 

 O andarilho 
óleo sobre tela 70x50 cm sem data 

Sandra Freitas

 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio