por Oscar D'Ambrosio


 

 


Renato Blaschi

 

            Instante de encontro

 

            Estudioso de anatomia e de proporções, dentro de uma linha de pensamento na qual só é possível desconstruir uma figura depois que ela é profundamente conhecida, Renato Blaschi demonstra, em seu trabalho, o domínio do ofício do escultor. É no lidar com os materiais que dá à sua idéia a composição plástica adequada.

            Para isso, ao construir um casal se abraçando, há um respeito pela anatomia, embora não se descarte uma certa verticalização, proporcionando um rico dialogar de corpos no ato do entrelaçamento. Reside justamente aí o talento do artista de fixar um momento, marcado, plasticamente, por reentrâncias, e, emocionalmente, pelo afeto.

            O princípio do processo criativo de Blaschi está no desenho. É ali que ele gera as idéias que virão à tona em três dimensões. Seu caderno de imagens funciona como um infinito manancial de possibilidades ilimitadas de desenvolvimento, com elevado potencial de realização  

            Blaschi vê o ato de prazer como primordial. Seu erotismo está ligado a um instante vivencial específico, no qual o amor ocupa um importante papel. O recurso plástico caminha junto ao poético, para que o abraço visto pelo público seja mais do que um encontro de corpos, instaurando a possibilidade de um falar de e sobre as almas. 

             

Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pela Unesp, integra a Associação Internacional de Críticos de Artes (AICA-Seção Brasil).

 

 
 

No Netscape clic com botão direito para ver a imagem


Fechar Foto                                                                                              Abrir Foto

 

 Unidade

bronze 80 cm de altura, com base 2007

Renato Blaschi

 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio