por Oscar D'Ambrosio


 

 


 

R. Chinarelli

 

            Arte como expressão

 

            Quando se pensa em artes plásticas no mundo contemporâneo, nãocomo deixar de lado a preocupação constante de cada criador de buscar o novo para o seu trabalho. Isso não significa ineditismo, mas sim manter intacto o desejo da procura e do progressivo aperfeiçoamento.

            Seja em seus trabalhos mais próximos ao cubismo ou nas pesquisas em que lida com elementos como o coringa, ele se caracteriza por uma inquietação e procura de uma manifestação visual em que possa mostrar seu aprendizado técnico, mas sem perder a espontaneidade.

            Talvez por esse motivo, dentro de uma poética que apresenta elementos como garrafa, pomba, uvas, paisagens e alusões à música, a figura do coringa se torna essencial por revelar um estado de espírito, uma postura perante o mundo das artes que resulta na cristalização de um tipo de obra.

            É no uso das áreas de cor que a obra de Chinarelli se diferencia. Ao consolidar essa linguagem, mostra uma visão artística caracterizada pelo poder de assumir novas interpretações da realidade sem se preocupar com o assunto em  si mesmo, mas com o andar da própria pintura e do que ela pode expressar.      

           

Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da UNESP, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).

 

 

 

No Netscape clic com botão direito para ver a imagem


Fechar Foto                                                                                              Abrir Foto

 

  Coringa e pombo
óleo sobre tela 60x50 cm 2002

R. Chinarelli

 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio