por Oscar D'Ambrosio


 

 


Jack Ronc: o prazer de criar

 

As obras escultóricas de Jack Ronc realizam importantes objetivos da arte contemporânea: surpreendem, oferecem uma visão aprazível e contêm importante elemento lúdico. Na fusão deles, surge um trabalho que consegue gerar encantamento pela idéia e pelo eficiente resultado.

A temática, seja ciclistas ou brinquedos de criança, é certamente o menos importante. Vale a pena observar o processo, que inclui o uso de aço recortado e a sua colocação sobre fundo branco, sendo que este recebe marcas de desenho no sentido de compor um ambiente que dialogue com a escultura.

Trata-se então de uma conversa agradável, sem conflitos, na qual a interação é um fator essencial. O fundo e a forma sobreposta estabelecem um contato afetivo, como anulando a frieza que componentes metálicos podem ter num primeiro momento. Isso ocorre pelo uso da cor das peças, mas também pela maneira de lidar com o material.

A existência das formas arredondadas contribui para gerar uma atmosfera de diálogo e comprometimento. O observador é sutilmente convidado a olhar para o trabalho com carinho, prestando progressivamente atenção no prazeroso mecanismo de composição e na técnica, que valorizam a escultura e a aproximam do público.  

 

Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).

 

 

 



 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio