por Oscar D'Ambrosio


 

 


O falar das cores

 

            As cores falam pela sua capacidade de se comunicar com o observador dos quadros. Isso acontece não só pelo primor técnico, mas também pela capacidade de cada artista de viver intensamente a sua produção. Na exposição “O falar das cores”, na Casa Caiada 35, em São Paulo, SP, de 3 a 11 de outubro, as pintoras Gláucia Gomes e Roberta Fialho mostram que têm em comum justamente esses dois elementos: encontram na cor um vigoroso meio de expressão e tornam cada quadro um depoimento de sua relação com o mundo.    

Glaucia Gomes  pertence ao rol dos artistas que produz muito e com alegria, quase de forma incessante. Seus trabalhos provêm, em parte, das viagens que realiza a sua cidade natal ou a outros estados brasileiros, mas sempre com a preocupação de atingir um resultado mais apurado em cada obra.

            A produção de Roberta Fialho, por sua vez, tem no desenho a matriz de sua criação. Gradativamente, ele deixou de ser uma diversão, como era na infância, e se tornou um projeto de vida, um constante esboço de exposições e a busca perene de uma linguagem própria. Nos traços e linhas, encontra a sua visão desse universo que chamamos realidade.

            Nas obras de ambas, as cores falam. O tom é o da abertura de novos caminhos e da consciência de que a arte de qualidade é uma maneira de ordenar o caos exterior. Glaucia, com suas paisagens de cores justapostas, e  Roberta, com suas imagens de inspiração oriental, dão a sua resposta.

 

            Oscar D’Ambrosio, jornalista, é mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes (IA) da UNESP, campus de São Paulo e integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA-Seção Brasil). É autor, entre outros, de Contando a arte de Peticov (Noovha América) e Os pincéis de Deus: vida e obra do pintor naïf Waldomiro de Deus (Editora Unesp e Imprensa Oficial do Estado de São Paulo).

 

 

No Netscape clic com botão direito para ver a imagem

 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio