por Oscar D'Ambrosio


 

 


 

Nico

 

            Os signos da fotografia

 

            A fotografia enfrenta sempre um dilema enquanto obra de arte. Ainda há aqueles mais conservadores que lhe negam essa função, vendo-a, de um modo ou de outro, sempre ligada ao registro fundamental. Outros a incensam como se fosse a única arte capaz de acompanhar a digitalização do mundo contemporâneo.

            A discussão parece vazia de sentido quando se pensa que a grande questão está na qualidade intrínseca do trabalho que se vê. Há fotógrafos mais e menos interessantes na mesma dimensão que existem pintores, desenhistas, ilustradores, gravuristas escultores igualmente distintos quanto ao processo plástico e resultado.

            Nico mostra em seu trabalho o amor pela urbanidade. Prefere as estruturas arquitetônicas às pessoas e cria climas próximos ao realismo fantástico ao mostrar metrópoles vazias. Onde se espera encontrar multidões, há silêncios, e isso torna o seu trabalho desafiador.

            O olhar diferenciado de Nico capta uma temperatura urbana marcada pela sensibilidade e reflexão sobre espaços que a maioria dos transeuntes, imersos num voraz e vertiginoso cotidiano, mal tem tempo para contemplar. Sua lente se direciona para aquilo que há de belo no áspero caos metropolitano.  

 

            Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).

 

 

No Netscape clic com botão direito para ver a imagem


Fechar Foto                                                                                              Abrir Foto

  Série City
38x55 cm papel de arte Arches White Textured 240 g

Nico

 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio