por Oscar D'Ambrosio


 

 


 

Juliano Gouveia

 

            Aquilo que restou...

 

            A fotografia tem um papel essencial na arte contemporânea não apenas por aquilo que oferece de possibilidade técnica, mas por propiciar o desenvolvimento e a prática de olhares diferenciados sobre o mundo. O registro de imagens mediado pela máquina conta histórias e realiza depoimentos.

            Juliano Gouveia, nascido em Mauá, SP, em 22 de outubro de 1979, lança justamente seu olhar sobre a transformação da cidade de São Paulo em um universo econômico em que o setor de serviços foi ganhando cada vez mais espaço. Isso ocorreu em paralelo à decadência de numerosas indústrias, principalmente familiares.

            Surge assim nas imagens de Gouveia uma paisagem urbana marcada pela solidão e pela sensibilidade. As fotos que apresenta no 12º Salão Paulista de Arte Contemporânea são justamente um retrato de uma caminhada visual da percepção de um olhar sobre a situação de boa parte da cidade, mergulhada no abandono.

            Muito acima de uma questão social e econômica, está a problemática do passado que se torna presente por meio das fábricas abandonadas, dos espaços vazios e de construções e paredes deterioradas. Os pisos racham e dão lugar ao mato, as paredes ganham umidade e intervenções de grafiteiros e pichadores e os tetos caem.

            As histórias e narrativas de milhares de pessoas engolidas pela decadência das indústrias estão em cada foto. O mistério proposto pela arte de Gouveia reside em erguer um panteão visual de uma cidade destruída, cujas lembranças entram dia após dia no limbo da história.

            Com seus registros poéticos, Juliano Gouveia alerta para sentimentos que ficarão na vala da história. Suas escolhas são uma interpretação do mundo caracterizada pelo lirismo de revisitar o passado e pela convicção de que os restos que permanecem são uma pálida lembrança deteriorada de uma grandeza que o tempo engole cotidianamente.

 

Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).

 

 

No Netscape clic com botão direito para ver a imagem


Fechar Foto                                                                                              Abrir Foto

 

  Série Valas
fotografia dimensões variáveis sem data

Juliano Gouveia

 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio