por Oscar D'Ambrosio


 

 


 

Jana

 

Poética do olhar

 

Artes visuais são cada vez mais, no diálogo entre a arte e a tecnologia, um exercício e uma prática de um conhecimento e de uma educação do olhar. A produção se torna um progressivo processo de entendimento daquilo que se pensa sobre o mundo e da maneira como isso é traduzido e transformado pela imagem.

Nascida em São Paulo, SP, em 27 de janeiro de 1974, Jana mescla linguagens para questionar o nosso olhar do mundo. Ao se observar uma paisagem, não há como evitar um certo vício na maneira como é articulado o pensamento daquilo que está à nossa frente.

A artista plástica nos oferta a possibilidade de entender o mundo de outro modo. O momento visual em que realiza intervenções com fita adesiva branca sobre uma paisagem exige de cada um a capacidade de abrir mão do próprio olhar para encontrar o do outro.

Esse momento é o mais delicado da arte e da nossa própria existência. Saber trabalhar com o diferente demanda abrir mão de princípios e enfrentar o novo. As áreas brancas sobre o conhecido e o inverso, ou seja, fragmento daquilo que se identifica sobre um fundo predominantemente branco estabelece que o olhar é um mistério.

Esse é o maior ensinamento das artes plásticas e o principal mérito de Jana. Não contente com o que vê, ela propõe uma relação diferenciada com a imagem, marcada pelas interrogações e vazios. Desafia o olho a compor o espaço de novas formas e cria uma poética lírica de insatisfação em busca de novos parâmetros. 

 

Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).

 

 

 

No Netscape clic com botão direito para ver a imagem


Fechar Foto                                                                                              Abrir Foto

 

 A paisagem
série com 4 cachoeiras fotografia com intervenções de fita adesiva branca 100x 70 cm cada 2008

Jana

 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio