por Oscar D'Ambrosio


 

 


 

 

 

Izabel Romera

 

            A estética do movimento

 

            O movimento é um universo dos mais ricos nas artes plásticas. Ele se faz presente no desafio de transformar os mais variados materiais em superfícies dinâmicas marcadas pelo diálogo entre si mesmas como formas de gerar no observador um determinado efeito.

            A artista plástica Izabel Romera trabalha justamente com esse conceito de maneira mais ou menos consciente conforme o caso. Uma de suas primeiras experiências significativas, não por acaso, parte da fotografia de uma dançarina flamenca. As pinturas e a instalação oriundas dessa imagem buscam captar a essência do se mover na prática do fazer.

            Seus trabalhos mais atuais, ao lidar com madeira compensada e foamboard pintado sobre tela em tinta acrílica, consistem numa série de composições visuais em que o movimento e o relevo interagem. É no jogo de texturas que a forma e a cor conversam e geram novos questionamentos visuais.

            Os recortes feitos de matéria orgânica e a conversa desse material com a pintura busca, de algum modo, o lirismo da dançarina de flamenco. A caça da artista é pela mágica do articular pensamento e imagem num dinamismo que tem tudo para ser cada vez mais presente.

 

Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).

 

 

 

No Netscape clic com botão direito para ver a imagem


Fechar Foto                                                                                              Abrir Foto

AbsKs 1110
colagem e acrílica sobre tela 80 x 80 cm 2008

Izabel Romera

 

 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio