por Oscar D'Ambrosio


 

 


 

Glenda Garbe

 

            Celebração da natureza

 

            A arte, como não poderia deixar de ser, mantém profundas relações com a sua época. No atual momento em que o equilíbrio ecológico é uma das maiores preocupações da humanidade, um trabalho plástico como o de Glenda Garbe pode ser interpretado sob um novo olhar.

            A artista, que foi finalista de concursos de selos a nível nacional e expôs suas telas nos EUA e na França, apresenta obras que tratam de frutas como bananas sob um prisma realista, dedicando toda a sua atenção aos jogos de cores e à reprodução das frutas.

            Um dos méritos desse tipo de obra está no recorte visual selecionado. A questão não é apenas escolher o que deve ser pintado, mas como isso será levado para a tela. Há nesse processo uma série de escolhas. A maneira de realizar os fundos, por exemplo, contribui decisivamente para o resultado final.

Ao partir do concreto que a natureza oferece, Glenda Garbe necessita estar atenta para manter a sua técnica pronta a responder aos novos desafios. Isso significa realizar exercícios técnicos constantes para que a sua pintura, que celebra a natureza real, seja cada vez mais um objeto plástico autônomo.

 

Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da UNESP, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).

 

 

No Netscape clic com botão direito para ver a imagem


Fechar Foto                                                                                              Abrir Foto

  Bananas maduras
100 x 60 cm OST

Glenda Garbe

 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio