por Oscar D'Ambrosio


 

 


Fátima Lourenço

 

Visões do Atacama

 

Entre o Oceano Pacífico e a Cordilheira dos Andes, o deserto de Atacama está localizado a 2.300 m de altura. Com uma área de 3 mil km2, é considerado o local mais seco do mundo. Sua média de precipitação anual é de 0,1 ml e chuva propriamente dita costuma ocorrer apenas uma vez a cada 15 anos.

O resultado desse ambiente localizado no Chile é uma paisagem ímpar. Por um lado, desolado como a superfície do planeta marte. Por outro, formoso e impressionante, principalmente após as raras chuvas quando as sementes adormecidas nos secos vales brotam com toda intensidade e aproveitam, com deslumbrante riqueza de flores aproximadamente três meses de vida, durante os quais espalham novas sementes que ficarão enterradas até que uma nova precipitação lhes dê vida.

Todo esse universo é o ponto de partida de Fátima Lourenço para transformar o deserto chileno em inesquecíveis aquarelas. A artista plástica cursa seu mestrado em Educação, Arte e História da Cultura na Faculdade Presbiteriana Mackenzie (SP), onde realizou, nos meses de setembro e outubro de 2001, ao lado da também aquarelista Marilu R. F. Queiroz, a exposição “A Aquarela e o Direito Autoral nas Artes Plásticas”.

A partir de uma viagem realizada ao deserto no início de 2001, a artista plástica Fátima Lourenço transformou o deserto em uma série de aquarelas que enfocam a vegetação escassa, com algumas elevações nevadas e pequenos rios, que formam autênticos oásis de vida e atividade econômica.

Rica em nitrato de sódio e cobre, a região, que já foi centro de uma cultura pré-colombiana em 3 mil a. C., foi ainda o cenário da primeira ferrovia da América do Sul, que ligava Copiapó, região onde ainda é possível o cultivo de frutas e cereais e as criações de ovinos, cabras e lhamas, ao porto de Caldera.

Para a aquarelista, essas informações geográficas e econômicas, no entanto, são o menos importante. Seu trabalho se debruça sobre as imagens que captou na sua jornada. As aquarelas expressam justamente a capacidade artística de transformar a realidade a partir de um olhar crítico e estético.

O lado crítico é visível na forma que seus olhos de artista plástica depuram aquilo que viu. O criador é justamente aquele que recria a realidade a partir de seus princípios pessoais e do domínio da técnica com a qual trabalha. Assim, o deserto de Lourenço não é uma reprodução das imagens de Atacama, mas um novo mundo, que tem na região seu pólo irradiador da criação artística.

O segundo aspecto é o estético. As aquarelas da artista plástica encantam pela delicadeza como o rigor estético do deserto é colocado. As cores intensas transmitem a atmosfera do local, às vezes, como paisagens espaciais, outras como sítios paradisíacos, intocados pelo homem.

Nascida em 17 de setembro de 1955, em São Paulo, SP e proprietária da Empresa Nanquim Comunicação e Eventos e professora de oficinas de vitrinismo e decoradora de vitrinas, Fátima tem formação em Educação Artística e Desenho Geométrico pela Faculdade Santa Marcelina (FASM) e Desenho Artístico e Pintura/ Decoração de Interiores pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), além de realizar curso de Qualificação Profissional de Decorador de Vitrines no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e pós-graduação em Artes Plásticas na FASM.

O talento de aquarelista se manifesta nas paisagens sobre o deserto de Atacama. Seu figurativismo expressionista surge com muito vigor nas imagens áridas da região chilena, principalmente naquelas que combinam três elementos: as elevações andinas ao fundo, pequenos lagos e a terra seca. Nessa tríade imagética, Fátima Lourenço revela seu domínio da difícil técnica da aquarela, que exige extrema dedicação, elevada sensibilidade e primoroso senso estético.

Oscar D’Ambrosio é jornalista, integrante da Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA) e autor de Os pinceis de Deus: vida e obra do pintor naïf Waldomiro de Deus (Editora Unesp).

 

 

No Netscape clic com botão direito para ver a imagem


Fechar Foto                                                                                              Abrir Foto

"Deserto de Atacama"

aquarela sobre o papel 54x74 cm 2001

Fátima Lourenço

 

 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Galeria de Fotos

 

Oscar D’Ambrosio