por Oscar D'Ambrosio


 

 


Damián Núñez De Arco

 

            O objeto que fala

 

            A arte tem uma característica digna de reflexão ao longo da história. Embora exista toda uma corrente que insiste em estudar gêneros, como  natureza-morta, paisagem ou retrato, os grandes momentos da criação universal são aqueles que extrapolam os assuntos e se concentram em novas formas plásticas de ver o mundo.

            As fotografias em branco e preto de Damián Núñez De Arco apontam nessa direção, pois, aparentemente, são apenas imagens de balneários como Mar del Plata, na Argentina. No entanto, o que merece discussão ultrapassa muito a questão geográfica. Está na maneira como o artista viu  pára-sóis e cadeiras.

            Ao mergulhar nas composições desses pára-sóis  fechados e com cadeiras sobre eles, conseguiu atingir uma metafísica dos objetos, reforçada por linhas diagonais instigantes ao mostrar tendas que dialogam com as ondulações de pequenos morrinhos de areia fofa que se formam ao longo da praia.

             A presença das sombras e dos céus contribui para articular uma poética em que os vazios são tão ou mais interessantes que os objetos. Damián Núñez De Arco estabelece a sua poética do espaço pelo desenvolvimento de uma estética plena de delicadeza que obriga a revisitar nosso olhar muitas vezes automatizado da realidade.

 

            Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).

 

 
 

No Netscape clic com botão direito para ver a imagem


Fechar Foto                                                                                              Abrir Foto

 

  De Arco
fotografia dimensões variáveis sem data

Damián Núñez

 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio