por Oscar D'Ambrosio


 

 

 

 

            Carnelosso

 

            O sussurrar da pintura

 

            Há pintores que parecem sussurrar quando pintam. Esse é o caso de Carnelosso. Nascido em Boa Esperança, interior de São Paulo, em 1921, ele apresenta um trabalho marcado pela contenção no uso da cor e por uma intensa delicadeza no fazer plástico. A harmonia predomina no conjunto e em cada pincelada isoladamente.

            A variedade de temas inclui desde nus femininos a imagens de naturezas-mortas. Tal diversidade, porém, se unifica por uma palheta que nunca agride o observador. Existe um registro que fornece ao conjunto uma força oriunda da consciência do próprio ato de pintar.

            Nesse sentido, há três trabalhos que podem ser considerados emblemáticos. Estudo em branco mostra como uma composição de pratos, chaleiras e outros utensílios de cozinha aparentemente comuns pode ser tratada com primor técnico. Carola oferece o resultado de uma cuidadosa e árdua pesquisa com o branco e a claridade.

            Essas qualidades se manifestam de maneira ainda mais acentuada em Guarapiranga. A represa paulistana é levada para o universo da pintura com cuidadosos e sutis reflexos na água e na construção do fundo da paisagem. Trata-se de um sussurro de um pintor que faz do lirismo, num mundo de berros, a sua marca primordial.

           

Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).

 

 

 

No Netscape clic com botão direito para ver a imagem


Fechar Foto                                                                                              Abrir Foto

 
  
Guarapiranga 
óleo sobre tela 46x61 cm sem data

Carnelosso

 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio