por Oscar D'Ambrosio


 

 


Carla Scheid

 

            Novas configurações de mundo

 

            O reaproveitamento de material é a principal característica da obra plástica de Carla Scheid. Ela se vale de diversos recursos, como a colagem sobre madeira, para construir um pensamento marcado pela constante reciclagem de idéias. De fato, em sua poética, nada é o que parece ser, pois cada objeto ganha uma nova significação.

            Ver a beleza onde a maioria das pessoas enxerga apenas sucata e resto é uma questão essencial na poética da artista. O usado, o descartado e marginalizado e recolocado plasticamente ganhando uma nova dimensão, na qual a discussão que se instaura é a crítica à sociedade de consumo.

A necessidade de sempre apresentar novidades também é colocada em xeque, assim como o fato de estarmos vivendo numa sociedade regida por rótulos e carimbos, na qual o desejar cada vez mais leva a absurdos e exageros geralmente pouco produtivos em termos plásticos.

O lidar com o refugo ou com o que parece sujo se desdobra numa conversa permanente de Carla Scheid com a sua capacidade de interpretar o aparentemente inútil de modo que ele receba uma possibilidade visual de reinserção no mundo pela maneira como são realizadas combinações, apropriações e novas configurações.

 

Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).

 

 
 

No Netscape clic com botão direito para ver a imagem


Fechar Foto                                                                                              Abrir Foto

 

  Sansara
72 x 62 cm colagem sem data

Carla Scheid

 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio