por Oscar D'Ambrosio


 

 


Animais diferenciados de Verônica Azevedo

 

 

A relação de Verônica Azevedo com a arte vem desde criança, em Belo Horizonte, com o avô fotógrafo. Ele lhe deu não só noções de como lidar com as cores e as composições, mas um rico manancial de informações sobre a história da arte, estabelecendo elos entre seus primeiros desenhos e obras clássicas.

A atividade plástica da artista caminhou muito pela figuração, com a construção de retratos dos filhos e de pessoas que lhe serviam de modelo. Foi assim estabelecendo séries em que mostrava personagens de diferentes regiões do Brasil ou crianças em várias situações, brincando ou desempenhando várias tarefas.

Mais recentemente vem trabalhando com um conjunto de animais, que atinge seus momentos mais expressivos quando a imagem mais naturalista do ser enfocado, seja um pássaro ou um esquilo, por exemplo, é colocada sobre um fundo que estabelece uma ambientação mais abstrata com o propósito de captar o entorno.

O mistério que se instaura em torno de cada animal resulta da técnica utilizada de modo que se possa observar uma fatura de extremo cuidado e qualidade nos pêlos ou nas penas e uma liberdade de sugestão e de composição nos fundos. Dessa forma, Verônica Azevedo consegue proporcionar um diferencial nas suas criações.

 

Oscar D’Ambrosio, jornalista e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp, integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA- Seção Brasil).

 

 

 



 

artCanal

 

Outros Artistas

 

Oscar D’Ambrosio